Compras de Natal ainda por fazer?

Não as faça!

A quem ainda lhe falta comprar algumas prendas: que sorte! Hoje podem aproveitar o tempo para pensar e fazer outras coisas… Não só ir para dentro de um centro comercial é de dar em doido por estes dias, como a vida é demasiado preciosa para se perder tempo em filas intermináveis e a andar aos encontrões nas lojas e corredores.

Mas há mais razões para não irmos às compras, razões de natureza social e ambiental.

Para produzir a maior parte das coisas que consumimos, milhares de pessoas são escravizadas, trabalhando horas a fio sem condições nenhumas, com um salário irrisório. Só assim se conseguem os preços apelativos, que tanto gostamos (podemos fazer uma estimativa dos escravos que trabalham para nós aqui: http://slaveryfootprint.org/).

A nível ambiental, são inúmeros os recursos usados para produzir as nossas coisas, a energia gasta, a poluição emanada…

Mas somos seres humanos e gostamos de coisas bonitas! Que chatice!

Bem, somos seres consumidores, mas não precisamos de ser consumistas!

Que alternativas temos? Tantas quanto a nossa imaginação.

E não digo que seja preciso sermos grandes costureiros ou artistas. Eu bem que gostava de ser, mas não tenho jeito nenhum para fazer capas para livros em pano, caixas de jóias bonitas ou pintar o que seja. Portanto, tenho de fazer outras coisas!

Como precisamos principalmente de reduzir o consumo e reutilizar o que temos, mandei arranjar um relógio de bolso, de família, muito estimado, para (re-)dar ao meu “mais que tudo”. Para mim, pedi como prenda o arranjo da minha querida e velhinha aparelhagem, que “pifou” de vez (“ah, mas vai custar tanto como uma aparelhagem nova…”, “por isso é que será uma prenda de Natal!”). Hoje, vou passar o dia a fazer bolachas e bombons para a família e vou usar nomeadamente frascos de compotas (reutilizadas) para os colocar. Se saírem mal, porque nunca fiz destas coisas, acho que vou ter de inventar uns vales de cinema, de babysitting, de cafézito… e quem sabe oferecer algum dos meus livros, que já li e que nunca mais o irei voltar fazer!

“Ah, mas a economia precisa que gastemos dinheiro em compras!” A economia vai se ajustando às necessidades e se queremos um mundo melhor, escravizar pessoas e lapidar recursos não será certamente o caminho a seguir.

Tanto este ano, como no ano passado, vi muita publicidade de artesãos, a incentivar a compra de produtos produzidos manualmente. Também são melhores a nível social e ambiental e pode ser que ainda consigam encontrar alguma feirinha simpática com estes produtos.

E quanto a embrulhos? Toca a usar o que já se tem em casa!

Quais as vossas sugestões?

Não façam do Natal uma obrigação, mas uma diversão!

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Compras de Natal ainda por fazer?

  1. Eu faço muitas e compro outras.
    Compro principalmente roupa para os miúdos, ou um jogo de tabuleiro que oferecemos aos 4. Tudo o resto é feito – cachecóis, carteiras, almofadinhas de alfazema, etc… Tento equilibrar o orçamento com o tempo, o que é razoável com aquele miminho de Natal.
    E eles gostam, e nós também!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s