Petições sugeridas

Sou actualmente bastante fã da assinatura de petições (já aqui expliquei porquê).

O que acontece é que tenho visto resultados nesta forma simples de activismo e esforço-me por todas as semanas assinar o máximo de petições que consigo, dentro das temáticas que defendo, claro.

Não venho aqui expor todas as petições que assinei esta semana (já foram mais de 50… embora hajam semanas em que assino menos, tudo depende da minha disponibilidade), mas gostaria de partilhar algumas, para o caso de vos interessarem. Se apenas uma vos chamar a atenção, já fico feliz. O que é importante para umas pessoas, pode não o ser para outras e não se pode recriminar ninguém por isso. Faz parte: o ser humano é assim mesmo e temos que aceitar e respeitar a diferença.

Há toda uma variedade de petições neste mundo: para acções muito localizadas, para situações genéricas, para coisas que nunca nos lembraríamos. É reconfortante ver tanta gente a lutar por algo em que acredita.

Fico sempre muito sentida com situações particulares de pessoas ou outros animais em sofrimento, mas estou igualmente atenta às petições referentes a políticas ambientais, acções contra escravatura humana ou de outros animais, mau comportamento ético-ambiental-social de empresas e governos, entre outras.

As minhas sugestões neste momento são:

Esta petição urge aos Deputados do Parlamento Europeu (Members of the European Parliament – MEPsem inglês) para que votem contra a proposta recentemente aprovada pelo Conselho Europeu para o Ambiente, que permitirá que a empresa Monsanto possa cultivar Organismos Geneticamente Modificados por todo o continente, mesmo que alguns países o tenham proibido dentro das suas fronteiras. Esta é uma forma dos deputados – eleitos por nós – se lembrarem que a maioria dos europeus é contra este tipo de cultura e que eles representam as nossas opiniões.

Esta petição é dirigida à cadeia de fast food McDonald’s, para que acabe com a disparidade de salários entre os trabalhadores “comuns” e os dirigentes, pois enquanto uns são nitidamente explorados, outros recebem “mundos e fundos”.

Embora em muitos países asiáticos esteja proibida a caça do leopardo, este tipo em particular continua a ser caçado, estando em vias de extinção.

Esta empresa pode não operar em Portugal, mas a libertação de gás natural não só é má para as localidades onde ocorre (que, mesmo que longe, devemos sempre tentar proteger!), mas também a médio prazo para o mundo inteiro.

Com abusos constantes dos Direitos Humanos, a FIFA tem de se esforçar mais para acabar com a escravidão moderna neste país, nomeadamente para os trabalhadores envolvidos nas obras para o Mundial de 2022.

Se nos dirigirmos à página principal dos sites que promovem estas petições, vamos encontrar muitas outras, caso queiramos continuar esta acção. É ainda uma boa fonte de informação alternativa, pois estas questões não costumam chegar aos media habituais.

O que acham destas e de outras petições? Já assinaram alguma esta semana?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Activismo com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s